PJuvenil Multimédia Palavra de Deus Oração em Missão Antigos Alunos

» Favoritos

» Recomendar

» Imprimir

» Fale Connosco

Revista Além-mar Revista Audácia Jornal Família Comboniana Exposição Missionária Virtual Facebook RSS
Indique o seu e-mail:
Utilizador:
Password:
 

Ano Vocacional Comboniano

Encerramento do AVC deve ser o início de algo novo

«O fim de alguma coisa dá origem ao início de outra: Assim desejo ver a conclusão do Ano Vocacional Comboniano», anuncia o Padre Alberto Silva no documento «Notas Finais sobre o Ano Vocacional Comboniano».


«Temos que sair deste ano apreciando mais o DOM da Vocação cristã, aquela que nos une a todos, a do seguimento de Cristo à maneira de Comboni. Ele está no início de todas as escolhas!», afirma o Superior Provincial Comboniano.


«Ao encerrar o ano vocacional, deve ficar-nos, acima de tudo, portanto, a grande vontade de prosseguir nesta direção de maior empenhamento espiritual, primeiro nós mesmos e, depois, de testemunho alegre daqueles que se sentem felizes pela escolha que fizeram, colhendo a grande oportunidade de possuir o “tesouro”, arriscando vender tudo para ter a “pérola preciosa”. Falo de uma vida cristã forte, no seio das nossas comunidades cristãs, alimentada pelos sacramentos…», refere o Padre Alberto.


Descarregue aqui o documento completo.

Documento para download: NotasFinaisEncerramentoAVCViseu.docx

Encerramento de Ano Vocacional apela a maior compromisso com as vocações

Celebração aconteceu no sábado e no domingo, em Viseu

Cerca de 450 jovens oriundos de escolas da diocese de Viseu e de grupos paroquiais de algumas dioceses do País participaram este fim-de-semana no encerramento do Ano Vocacional Comboniano, em Viseu.  


O evento, que decorreu sob o lema “Vem, Vê, Vive e Vai”, é o culminar de um ano de reflexão e atividades dedicado à temática vocacional que os Missionários Combonianos lançaram em março do ano passado e que tinha como objetivo sensibilizar o próprio Instituto Comboniano, assim como a Igreja em Portugal, para a problemática das vocações.


Nos trabalhos de grupo e nas dinâmicas propostas, os jovens partilharam alguns dos obstáculos que enfrentam na escuta e no seguimento do chamamento de Deus, tais como o egoísmo, o conforto e, acima de tudo, o medo de rejeição pelos seus pares por se afirmarem cristãos comprometidos num itinerário de descoberta vocacional.


A vigília de oração ao fim da tarde de sábado foi um tempo de silêncio e contemplação que a todos tocou profundamente. Cristo chama a um compromisso dos cristãos em geral, e dos jovens em particular, para lutarem contra as injustiças, a pobreza e a fome e construírem um mundo mais fraterno.


O festival musical ao final do dia era aguardado com grande expetativa pelos jovens. A Banda Missio, do CVJ (Centro Juvenil Comboniano) deleitou os participantes com as suas canções de mensagem e interpelação para o compromisso missionário.


Na manhã de domingo, passaram pelo palco do Pavilhão Multiusos de Viseu missionários e missionárias combonianos e um leigo que partilharam o modo como viveram este ano vocacional. Significativo foi o testemunho de um pai que disse ficar contente se um dos seus filhos viesse a enveredar pela vida missionária. De seguida, apresentaram-se sete jovens combonianos que se encontram no noviciado em Santarém a preparar-se para a vida religiosa e missionária. Destes noviços (três portugueses, um espanhol, um italiano, um colombiano e um polaco), quatro deles irão fazer os primeiros votos (castidade, pobreza e obediência) a 26 de maio.


O P.e Alberto Silva, superior provincial dos Combonianos em Portugal, na sua intervenção enfatizou que o encerramento do Ano Vocacional é o início de algo novo, de uma nova época, em todos são chamados a ter maior apreço pela sua vocação e a “prosseguir num maior empenho espiritual para incentivar outros a servir o Senhor”. Fez votos para que, a partir de agora, “cada comboniano(a) seja um facilitador de encontros com Cristo”, e que se mantenha a sensibilidade vocacional nas famílias. Realçou que um dos frutos mais visíveis do Ano Vocacional foi o lançamento do JIM (Jovens em Missão), um movimento juvenil comboniano, que se espera venha a congregar jovens das paróquias e que seja uma força dinamizadora das vocações.


A Eucaristia final foi presidida pelo bispo de Viseu, D. Ilídio Leandro, que agradeceu aos Combonianos por terem escolhido Viseu para o encerramento do Ano Vocacional. Os quase dois mil participantes que encheram quase por completo o pavilhão ouviram o senhor bispo dizer na homilia que “a vida missionária continua a ser uma bela aventura para a vocação atual. A chama acesa por S. Daniel Comboni e o fogo que daí nasceu continuam a ser atuais e à espera de quem entre na aventura…”. E deixou uma interrogação em jeito de desafio: “Quem quer ir, percorrer os caminhos da vida e do amor? Hoje, como nos tempos de S. Daniel Comboni, há caminhos não andados que esperam por alguém…”


Já no final da celebração, D. Ilídio Leandro revelou que foi constituído na diocese de Viseu um grupo missionário juvenil.






 

Missionários Combonianos encerram Ano Vocacional

Os «Missionários Combonianos» realizam nos próximos dias 17 e 18 de Março, sábado e domingo, em Viseu, o encerramento do «Ano Vocacional Comboniano», sob o lema «Vem, vê, vive… vai em Missão».


O sábado, dia 17, é dedicado à juventude, com actividades diversas para jovens e grupos paroquiais, na casa dos Missionários Combonianos (rua Pedro Álvares Cabral), e para alunos de Moral e Religião das escolas da diocese de Viseu, no colégio da Via Sacra.


O dia termina com o «Festival JIM» – Jovensem Missão, Movimento Juvenil Comboniano –, no Pavilhão Multiusos, da cidade que acolhe o evento.


O domingo, dia 18, é o grande encontro da família comboniana: amigos, familiares e benfeitores combonianos e todos aqueles que se sintam chamados e queiram viver esta festa. Concentrado no Pavilhão Multiusos, o dia será preenchido com diversas dinâmicas de encontro, animação, partilhas vocacionais e missionárias. O dia e as comemorações concluirão com a celebração da Eucaristia, à tarde, presidida pelo bispo de Viseu, D. Ilídio Leandro.


Este Ano Vocacional é uma iniciativa dos Missionários Combonianos em Portugal, dinamizada pelo «CVJ» – Centro Vocacional Juvenil –, que assinala os 181 anos do nascimento e 131 anos da morte do seu fundador, S. Daniel Comboni.


Com este evento, os Missionários Combonianos celebram, de forma especial, um ano de graça, vivido intensamente na renovação da sua consagração à Missão, na animação e procura de novos e atractivos dinamismos de promoção vocacional na Igreja e nesta congregação missionária, na animação missionária da Igreja em Portugal.


Programa


Sábado, 17 (para jovens)


10.00 – Acolhimento e actividades (Missionários Combonianos e Colégio Via Sacra)


17.30 – Oração vocacional conjunta (Missionários Combonianos)


19.00 – Jantar (Colégio Via sacra)


21.00 – Festival JIM (Pavilhão Multiusos)


 


Domingo, 18 (Concentração geral) – tudo no Pavilhão Multiusos


9.30 – Acolhimento e actividades


15.00 Eucaristia de encerramento. Preside D. Ilidio Leandro, Bispo de Viseu


Contactos:


P. Leonel Claro


Mail: jovemissio@gmail.com


Tel: 968107616

Fórum das Vocações

«Pastoral das Vocações de todos e para todos»

Realizou-se, na Casa dos Missionários Combonianos na Maia, no passado fim-de-semana (3 a 5 de fevereiro) o «Fórum das Vocações», uma actividade integrada na vivência do «Ano Vocacional Comboniano».


Foi tempo de reflexão, aprendizagem e partilha sobre a Pastoral das Vocações, que realiza um trabalho difícil, mas que não deixa de ser «o dia-a-dia de todos os Cristãos».


No início das conferências, ainda na sexta-feira, o Padre Alberto, Provincial Comboniano, já deixava desafios claros ao grupo de participantes, a pedir «propostas concretas de acção».


Ciente da importância da oração, a organização, preparou cuidadosamente todos os momentos tendo presente a frase «Pedi ao Senhor da messe…».


No domingo, a Eucarística teve início com a leitura do primeiro documento conclusivo do Fórum, onde a organização resumia as reflexões e trabalho, do qual apresentamos aqui alguns trechos: «Este fórum das vocações foi, antes de mais, um tempo de graça. Uma oportunidade de, em comunhão, podermos partilhar, reflectir e redescobrir a dimensão da Pastoral Vocacional, num contexto de adversidade».


«…nós Cristãos Comprometidos, devemos, dotados de inteligência e abertos ao espírito de Deus, fomentar a implementação de uma Cultura Vocacional transversal».


«Deus precisa de nós, para cumprir os seus planos de felicidade para cada homem. Deixemo-nos ser instrumentos de Deus…»


«…é importante falar e concretizar uma gramática própria que conjugada numa atitude de coerência nos leve a testemunhar e ser autênticos».


«Incluir e trabalhar a pastoral vocacional na sua pluralidade de escolhas e formas».


«O maior testemunho que podemos dar é o da felicidade. Partilhar a felicidade de ser cristão».


Marta Esteves


Equipa da Pastoral Vocacional Juvenil


 




Documento para download: DocFinalForumDasVocacoes.docx

Ser Igreja Vocacional

Fórum das Vocações realizou-se na Maia

Com 50 participantes e dez  experientes conferencistas a partilhar sobre vocação, teve lugar na casa dos Missionários Combonianos da Maia, de 3 a 5 de Fevereiro, aquilo a que se chamou: «Fórum das Vocações: Pastoral de todos e para todos».
Foram três dias de intensa reflexão e partilha sobre a vocação e a missão nos tempos de hoje, à luz da Palavra de Deus e de elementos vários pertencentes à historia e futuro da Igreja.
As reflexões foram profundas. A partilha renovou a esperança. A organização foi boa. A realidade discutida, um contínuo desafio que todos e cada um nos comprometemos a assumir no dia a dia das nossas vidas e actividades.
Em três breves pontos deixo o que para mim, como animador vocacional, foi essencial deste Fórum e que será sempre um desafio para todos no caminho vocacional para realizar a missão de Cristo na Igreja.

1. A Pessoa é ou não é Vocação?
A vocação é um dom ligado ao dom da vida. Todos e cada um, somos vocação diz-nos a Bíblia. Não há vocação, diz a cultura secularista e às vezes ateísta que nos rodeia. Antigamente os jovens sentiam orgulho em viver a fé, em serem parte duma vocação de serviço. Hoje em dia os jovens têm medo e vivem não querendo ouvir ou ser identificados com a vocação cristã.
A sociedade em que hoje vivemos na Europa é uma sociedade “sem Deus”. A Igreja vive em águas conturbadas e nem sempre consegue fazer frente à maré.
O encontro com Cristo é o único evento que pode mudar a vida duma pessoa e da sociedade. Ele está na base e origem de qualquer vocação Cristã.
A vocação é chamamento que se distingue de profissão, que é “aptidão pessoal”.
A família é o lugar de passagem vocacional, terra onde germina e cresce a vocação.
A paróquia tem de ser campo onde a vocação é acolhida, apoiada e acompanhada.
A Igreja é vocação: Todos, tudo e sempre em vocação. Todos e cada um formamos a Igreja vocacional. Igreja de convicção, mais que de multidão.
Toda a pessoa é vocação que necessita ser discernida, acolhida, apoiada e acompanhada por todos na Igreja.
Assim experimentaremos a beleza da vocação, a beleza da vida que é caminho da felicidade; que é coisa de gente feliz!

2. Deus chama! Quem responde?
A vocação é um mistério. Deus chama e a pessoa precisa de escutar a voz, tem que meditar a Palavra, deve decidir, tem que responder. “A decisão é tua…” canta o P. Zezinho.
Para que tudo isto se realize a Igreja precisa de “uma cultura vocacional” segundo o saudoso Papa e agora Beato João Paulo II. Tão belas e profundas as palavras escritas na Exortação Apostólica sobre a vida Consagrada n.109, um verdadeiro resumo do essencial que se refere à vocação Cristã e consagrada, sua vivência e missão. Vale a pena reler!
Há que ter a coragem de assumir a prioridade vocacional. Como? Anunciando a Palavra de Deus que chama; fazendo a proposta vocacional sem medo e com convicção; oferecendo um acompanhamento sério, personalizado e persistente; rezando pelas vocações e na oração envolvendo todos os grupos etários desde as  crianças aos idosos e doentes.
Casais, famílias, sacerdotes, consagrados e consagradas todos são chamados a um testemunho de vida fiel e alegre que sirva de desafio e apoio à vida vocacional.
Animadores vocacionais precisam-se e todos podemos e devemos ser um ou uma.
Deus chama. A pessoa responde, ajudada por todos na comunidade.
Este é o serviço essencial dos ministérios na Igreja porque é na vocação que está a felicidade de todos e cada um e Deus quer-nos felizes a todos.

3. Até ao “martírio”…
“O último passo da vocação Cristã é o martírio”. Quando se ouviu esta afirmação, alguns no Fórum entraram em pânico. Não é possível dizer isso aos jovens hoje, afirmaram.
A explicação veio aos poucos. Martírio que é “testemunho de vida” na prontidão a dar tudo por Cristo. “Já não sou eu que vivo, é Cristo que vive em mim” dizia S. Paulo. Martírio é o caminho da santidade, a vocação de cada um à santidade. Martírio é o caminho da Felicidade vivida desde já, carregando a Cruz, na esperança da felicidade total que nos espera.
Para este caminho, há uma gramática vocacional que devemos conjugar com a vida e a acção: ESTAR com alegria e amor; ANUNCIAR a Palavra; ENVOLVER-SE na vida de cada pessoa especialmente dos pobres e necessitados; SERVIR a Igreja; SAIR ao encontro do outro e de outras culturas. A vocação e missão acontecem nesta conjugação.
No fim alguém propôs a expressão: “Pró-vocação…por vocação”.
È o que todos temos de ser: “Pró-vocação”, vivendo e promovendo a vocação e todas as vocações na Igreja; “Por vocação…”, como um dever e um chamamento, responsabilidade de cada um e todos os membros da Igreja.

O desafio entende-se. O desafio ficou. O desafio está nas minhas mãos, nas tuas mãos. O desafio é de todos. “Pedi ao Senhor da Messe…”, diz-nos Jesus.

P. Carlos Alberto Nunes, mccj


Encerramento do Ano Vocacional Comboniano

Como sabeis estamos a viver o «Ano Vocacional Comboniano»: Ano de oração, animação e acção pelas vocações na Igreja.


Vamos encerrar este ano vocacional no fim-de-semana 17 e 18 de Março de 2012,em Viseu. Seráem Viseu porque foi lá que os combonianos fundaram a primeira casa em 1947.


Este Evento vai constar de dois grandes momentos:


Para os Jovens, sábado e domingo, com muitas dinâmicas juvenis, Festival JIM e festival de música.


Para todos, no domingo 18, grande concentração para crianças, adolescentes, jovens, adultos, amigos, conhecidos, colaboradores, familiares e benfeitores.


Para o Festival JIM: Inscrições até 15 de Fevereiro 2012


As inscrições gerais terminam no dia 1 de Março de 2012.


Leonel Claro


Centro Vocacional Juvenil


 

Documento para download: EncerramentoAnoVocacional2012.rar

Ano Vocacional Comboniano na Maia

    


Os Missionários Combonianos, proclamam um “Ano Vocacional”. Este ano celebra-se de 15 de Março 2011 a 15 de Março 2012.


 


A partir da nossa comunidade da Maia queremos com esta acção, informar, sensibilizar e mobilizar o maior número de pessoas, individualmente ou em grupo, jovens e adultos, para, connosco, e de todas as formas, pedirmos “ao dono da messe que envie trabalhadores para a sua messe” (Lc 10,2).


 


Devido à diminuição do número de vocações consagradas na Igreja, é urgente encontrar novas formas, caminhos e conteúdos, para que a proposta vocacional seja atraente, incisiva, clara e honesta. Esta é uma tarefa de todos os cristãos, mas de modo particular, de todos os e as que, têm responsabilidades pastorais, seja diocesanas, paroquiais, institutos ou movimentos. Daí que ao longo deste ano muitas e variadas actividades serão propostas para vivermos em espírito vocacional.


 


As comunidades combonianas têm as seguintes actividades programadas, às quais são todos convidados:


11 a 13 de Novembro 2011 - Retiro Vocacional (Coimbra)


Outubro a Dezembro - Concurso de artes plásticas 


3 a 5 de Fevereiro 2012 - Seminário sobre as Vocações (Maia)


18 e 19 de Fevereiro 2012 - Festival de música vocacional (Maia)


18/19 de Março de 2012 - Conclusão do Ano Vocacional


5 a 8 de Abril 2012 - Páscoa Jovem Vocacional (Santarém)   


Convidamos todos a rezar pelas vocações, utilizando a pagela oferecida.


  


Para mais informações, contactar:


P. Leonel Claro


CVJ - Missionários Combonianos


R. Augusto Simões, 108 4470-147 Maia


Tel: 229448317


www.jovensemissao.blogspot.com 


www.cvj.pt.vu 

Documento para download: ComoChegar.doc

Ano Vocacional Comboniano

«Vem, Vê e Vive»

 

Os Missionários Combonianos em Portugal lançam o “ANO VOCACIONAL COMBONIANO”. Este ano decorre de 15 de Março 2011 a 15 de Março 2012. As datas assinalam o nascimento de Comboni.

 

  

Com o tema “Vem, Vê e Vive” e sob o lema “muitos esperam por ti”, este ano é dedicado à pastoral das vocações, em todas as suas dimensões, oração, actividades, dinâmicas, estratégias e conteúdos. Queremos que toda a nossa vida, espiritualidade, acção, sejam animadas por uma pastoral de animação e promoção vocacional.

 

Na mensagem para o Dia Mundial de Oração pelas Vocações, a celebrar a 15 de Maio 2011, o Papa diz que “é importante encorajar e apoiar aqueles que mostram claros sinais de vocação à vida sacerdotal e à consagração religiosa”, e pede que se “promovam o mais possível as vocações sacerdotais e religiosas, e de modo particular as missionárias”.

 

É neste contexto, com esta preocupação, mas sobretudo com muita confiança que nós, Combonianos, queremos viver este ano de modo especial: promover as vocações consagradas e sensibilizar todo o povo cristão a fazer o mesmo.

 

  

Propomos-te de te associares a nós. Entra nesta aventura.

  

De que modo?

 

·         Rezando pelas vocações consagradas.

 

·         Participando nas actividades que vamos promovendo.

 

·         Animando algumas das actividades que propomos.

 

·         Mobilizando o teu grupo, família, amigos, paróquia a realizar alguma actividade.

 

·         Divulgando este ano Vocacional em todos os meios possíveis ao teu alcance (vídeo, spot publicitário, jornal, rádio, revista,…).

 

·         Convidando-nos a animar ou participar nalgum evento com este cariz vocacional.

 

  

Temos material disponível para utilizares. Basta pedir-nos ou descarregar/copiar da net.

  

Podes encontrar mais informações e material em:

 

www.combonianos.pt

 

www.cvj.pt.vu

 

www.jovensemissao.blogspot.com

    

Oração oficial do Ano Vocacional

Oração oficial do Ano Vocacional


Ó Pai,


tu que desejas que todos os povos se salvem,


desperta em todos os cristãos


um forte impulso missionário,


para que Cristo seja testemunhado e anunciado


a todos os que ainda o não conhecem.


Pela intercessão de S. Daniel Comboni,


sustém os missionários na obra da evangelização


e suscita novas vocações para a missão.


Virgem Maria, Rainha dos Apóstolos,


que deste ao mundo o verbo encarnado,


orienta a humanidade do novo milénio


para aquele que é a luz verdadeira


que ilumina todo o vivente


e faz de nós


seus colaboradores generosos.


Por Cristo, nosso Senhor.


Amen! 


 

Convite a todos

Documento para download: Convite.doc

Porquê um Ano Vocacional Comboniano

Documento para download: PorqueumAnoVocacionalComboniano.doc

Carta do Superior Provincial

Documento para download: Cartadosuperiorprovincial.docx