PJuvenil Multimédia Palavra de Deus Oração em Missão Antigos Alunos

» Favoritos

» Recomendar

» Imprimir

» Fale Connosco

Revista Além-mar Revista Audácia Jornal Família Comboniana Exposição Missionária Virtual Facebook RSS
Indique o seu e-mail:
Utilizador:
Password:
 

Actualidades

Voltar ao arquivo de Actualidades

Portuguesa escolhida para cargo de topo na UNICEF

04 de Julho de 2018

A portuguesa Catarina de Albuquerque foi escolhida para ser CEO da «Sanitation and Water for All» (SWA), um cargo de topo no Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).


Catarina será a primeira presidente-executiva (CEO) da iniciativa internacional Saneamento e Água para Todos, o que significa que ocupa agora um lugar de direção da UNICEF. Um cargo a que nenhum outro português chegara ainda.


"Sinto-me muito contente e orgulhosa. Também me sinto cheia de vontade de deitar mãos à obra e o peso da responsabilidade – por ir gerir um orçamento de vários milhões de dólares e por tantas pessoas que estiveram envolvidas no processo de recrutamento estarem a depositar tanta confiança em mim", afirmou a responsável em declarações à Visão.


Até agora, Catarina de Albuquerque mantinha-se em Portugal e de vez em quando passava em Nova Iorque e em Bruxelas para reunir com as suas equipas. As novas funções, no entanto, obrigam-na a mudar-se de vez para os EUA.


De acordo com a nota da Visão, durante seis anos Catarina percorreu o mundo a tentar perceber onde e como chegava a água e o saneamento às populações e a escrever recomendações que, muitas vezes, se transformaram em leis nos diversos países por onde passou.


A SWA é uma parceria global entre governos de países, organizações do setor privado e da sociedade civil, agências de apoio externo, instituições de pesquisa e aprendizado e outros parceiros de desenvolvimento que trabalham juntos para catalisar lideranças e ações políticas, melhorar a prestação de contas e usar recursos escassos de forma mais eficaz.


O principal objetivo da SWA é promover a universalidade de acesso a água potável e condições sanitárias adequadas para todos. De acordo com as últimas estatísticas, 2,3 mil milhões de pessoas vivem ainda sem estas condições (quase um terço da população mundial) e cerca de 844 milhões pessoas não tem acesso a uma fonte de água potável.


 

Comentários

Mostrar comentários | Escrever um comentário