PJuvenil Multimédia Palavra de Deus Oração em Missão Antigos Alunos

» Favoritos

» Recomendar

» Imprimir

» Fale Connosco

Revista Além-mar Revista Audácia Jornal Família Comboniana Exposição Missionária Virtual Facebook RSS
Indique o seu e-mail:
Utilizador:
Password:
 

Actualidades

Voltar ao arquivo de Actualidades

Sudão do Sul: As pessoas lutam, morrem ou fogem da guerra

27 de Junho de 2018

Após mais uma reunião dos líderes políticos sul-sudaneses promovida pelo governo da Etiópia, o jornal italiano La Repubblica põe em causa os ideais de paz de ambos os lados de uma guerra civil que já se tornou a rotina de um povo.


A manchete do jornal italiano deixa bem claro: “No Sudão do Sul você luta, morre ou foge da guerra”.


De acordo com o jornal, os encontros do presidente Salva Kiir com o ex-Vice Presidente e líder da oposição Riek Machar não estão a refletir numa paz duradoura. São milhares de mortos e deslocados, vítimas de um conflito que vem desde 2013.


"Em face do sofrimento contínuo do Sudão do Sul, a Etiópia não pode simplesmente ficar parada e assistir. Com um pouco de trabalho, é possível um futuro pacífico", o primeiro-ministro, Abiy Ahmed.


“O problema é que é difícil entender como Kiir e Machar poderiam impedir uma reedição da catástrofe de 2016, considerando que a estrutura de um acordo não seria muito diferente daquela que conduziu ao acordo de 2015”, comentou Alan Boswell, um analista independente do Sudão do Sul.


Esse acordo entrou em colapso em 2016, quando o retorno de Machar a Juba levou a novos confrontos entre suas forças e o governo, com centenas de mortes. Temendo por sua vida, Machar deixou o país em julho de 2016 e passou o último ano e meio em prisão domiciliar na África do Sul.

Comentários

Mostrar comentários | Escrever um comentário