PJuvenil Multimédia Palavra de Deus Oração em Missão Antigos Alunos

» Favoritos

» Recomendar

» Imprimir

» Fale Connosco

Revista Além-mar Revista Audácia Jornal Família Comboniana Exposição Missionária Virtual Facebook RSS
Indique o seu e-mail:
Utilizador:
Password:
 

Actualidades

Voltar ao arquivo de Actualidades

Estudantes fazem greve global pelo clima

13 de Março de 2019

Os jovens estudantes de todo o mundo não irão à escola ou universidade na próxima sexta-feira, dia 15 de março. Greves e manifestações nas ruas, sem bandeiras, para fazer ouvir as suas vozes, especialmente aos chefes de Estado e de governo, para pedirem compromissos concretos contra a mudança climática.


A “Global Strike For Future” (Greve Global pelo Futuro), que recebeu já o apoio de cerca de sessenta países e mais de 500 cidades, chega após alguns meses de manifestações, nas denominadas “Sextas-Feiras pelo Futuro”, lançadas pela sueca Greta Thunberg, de dezasseis anos, hoje símbolo mundial de um protesto que se tornou em um movimento estudantil mundial. Mas que inclui também adultos, de entre os quais mais de três mil cientistas.


“Estamos a caminho de que o aquecimento global supere os 3°C. A ciência climática mostra que mesmo estando a menos de 2°C de aquecimento, isso causara o acréscimo de fomes, episódios de seca, incêndios, inundações, guerras e mortes… Fazemos greve para dizer aos nossos governos que devem fazer seus deveres e nos provar que manterá o aquecimento a menos de 2°C… Todas as tendências políticas, sem exceção, perderam a guerra contra as alterações climáticas nos últimos 40 anos. Hoje, a única coisa que ainda podemos fazer é limitar a extensão dos danos” lê-se na Petição apresentada na página da greve.


Comboni.org

Comentários

Mostrar comentários | Escrever um comentário