PJuvenil Multimédia Palavra de Deus Oração em Missão Antigos Alunos

» Favoritos

» Recomendar

» Imprimir

» Fale Connosco

Revista Além-mar Revista Audácia Jornal Família Comboniana Exposição Missionária Virtual Facebook RSS
Indique o seu e-mail:
Utilizador:
Password:
 

Pastoral Vocacional Juvenil

Voltar ao arquivo de Pastoral Vocacional Juvenil

Testemunho da caminhada a Fátima 2009

A minha meta é Cristo

 

Mais um ano passou, e mais uma caminhada se avizinhou. O tema escolhido para este ano foi uma frase de São Paulo “ A minha meta é Cristo”.

Foi a primeira vez que participei, estava nervosa, pois não sabia se no fim conseguiria alcançar esta grande meta que é Cristo. Quatro dias foram passando, cheios de alegria, de diversão, reflexão, meditação e de partilha. Em cada dia havia um novo desafio, para alem dos numerosos quilómetros que percorríamos a pé, desafios em que questionávamos o nosso interior e a maneira como cuidamos do próximo.

Como alguém dizia, “ cada passo, é menos um que falta para chegarmos a Fátima”, era nestes passos que nós sentíamos um pouco de tudo, desde á grande alegria por saber que no fim vou encontrar Cristo, até às nossas dores e bolhas nos pés, que apareciam como obstáculos que nos impediam de chegar á meta. Muitas vezes pensei em desistir, em largar tudo, mas depois vinha sempre alguém a dar-me o braço, mas a maior força que me fez nunca desistir, mesmo sendo das últimas a chegar, veio de duas pessoas. Uma destas forças veio de Cristo, ao saber que ele sofreu por mim e que deu a vida por mim, fazer esta pequena caminhada não era nada comparado ao que Ele fez por mim, e uma das outras grandes forças, veio de um padre comboniano, o Padre Ivo, que nos ia escrevendo e que ia doando a sua dor, para que nós tivéssemos energia para chegar á nossa meta, sabendo nós, que naquele momento quem precisava dela era Ele e que mesmo no momento doloroso conseguia o transformá-lo em algo para o bem-estar dos outros.

Por fim, ver o santuário de Fátima, foi ver Cristo, foi saber que no fim, depois daqueles caminhos, daquelas pedras, daquelas noites sem dormir e daquele esforço conseguimos alcançar a nossa meta, e por palavras é impossível descrever o que se pode sentir, mas digo-vos que é algo mágico, que nos dá uma força para continuar este grande caminho que é a nossa vida. Para o ano fico á tua espera, para mais uma caminhada com Cristo.

 

Carla Soares