PJuvenil Multimédia Palavra de Deus Oração em Missão Antigos Alunos

» Favoritos

» Recomendar

» Imprimir

» Fale Connosco

Revista Além-mar Revista Audácia Jornal Família Comboniana Exposição Missionária Virtual Facebook RSS
Indique o seu e-mail:
Utilizador:
Password:
 

Pedidos de Oração

Voltar ao arquivo de Pedidos de Oração

Missão: Comunhão e Partilha

Guião ajuda a viver Outubro Missionário

«Itinerário de vida e de missão para as comunidades cristãs», assim é definido o guião publicado pelas «Obras Missionárias Pontifícias» (OMP) que pretende ajudar os fiéis a viver activamente o» Outubro Missionário» em Portugal.

 

 

  De acordo com a OMP, há pelo menos duas boas razões para que este mês seja especial: «Bento XVI visitou-nos e reforçou a vocação missionária de Portugal, e os Bispos Portugueses publicaram uma Carta Pastoral a “obrigar-nos” a partir em Missão».  Os organizadores esperam que o Guião ajude a aprofundar e viver mais e melhor a dimensão missionária das nossas vidas e das nossas comunidades cristãs.

  

São cinco semanas com Reflexões, a Vigília Missionária, as Meditações das Leituras Dominicais, o Rosário, a Via-Sacra e as Preces Diárias. Mas introduzimos alguns elementos novos: um esquema de Oração Universal, uma reflexão sobre a Visita do Papa, um texto sobre o projecto «Missão 2010» que envolve toda a Diocese do Porto e uma apresentação da Rede Fé e Desenvolvimento, no âmbito do Ano Europeu da luta contra a pobreza.

 

  

Aqui as orientações da PRIMEIRA SEMANA (4 a 10 de Outubro)

 

 

  O R A Ç Ã O

Cântico inicial

Saudação do Presidente

Ó Cristo, Salvador de toda a vida, Tu vens sempre a nós. Acolher-te na paz das noites, o silêncio dos dias, na beleza da criação, como nas horas dos grandes combates interiores, acolher-te é saber que estarás sempre connosco, em todas as situações.

 

  Reza com a tua vida:Com os teus sonhos e projectos,Com teus desaires e realizações,Com as tuas alegrias e tuas penas

Com tuas angústias e desilusões.

 

  Reza com a tua vida:

Com o teu trabalho,

glorioso ou humilde,

Com teu suor,

com teu cansaço

Com teus silêncios e tuas palavras,

Com teus êxitos e teus fracassos...

 

Reza com a tua vida:

Com os teus amigos,

no trabalho, em família

Na tua comunidade ou na tua escola

Com a fortaleza do teu ser sê pedra angular

Da Igreja nossa Mãe

 

 

  Reza com a tua vida:

Pois toda a vida pode ser oração,

Se trilhares generosamente

Caminhos de verdade, de justiça e doação.

  

ESCUTAR A PALAVRA - Mt 16, 1-9

 

  Todos nós buscamos na vida aquilo que nos possa fazer felizes. Mas nem todos encontram o que é a felicidade. Mas quando colocamos o nosso coração em Deus tudo muda. Também Jesus mudou a vida de muitas pessoas que se encontraram com Ele. Ele nunca se escusou a ajudar o próximo, nem apresentou argumentos para não fazer o Bem. Também nós queremos vir a Jesus para lhe perguntar o que quer de nós.

 

A PALAVRA GERA ORAÇÃO

 

Deus nunca nos abandona, espera de nós uma atitude sincera e coerente, de acordo com aquilo que Ele espera de nós. Temos a certeza da Sua presença e da Sua fidelidade, cabe a cada um de nós rezar para que Ele nos ajude. Inspirados na vida de S. António Maria Claret, fundador dos Missionários Claretianos, elevemos ao Céu as nossas preces

I

1) Claret, acompanhado da sua irmã Rosa, gosta de visitar o Santuário de Nossa Senhora de Fusimanha.

2) Por aqueles que andam desorientados e, no vazio mais escuro, buscam caminhos de felicidade: para que se deixem guiar pela companhia amiga e sábia da Igreja de Jesus. Oremos ao Senhor.

 

  II

1) Em Barcelona leva os estudos muito a sério. Aliás, é um rapaz com ambições. Quer tornar-se um grande industrial.

2) Pelos governantes e poderosos: para que nunca olhem para Cristo como concorrente de qualquer poder deste mundo, respeitem a liberdade religiosa e promovam a Paz entre todos os Povos. Oremos ao Senhor.

 

  III

1) Um domingo durante a missa o pregador cita “de que serve ao homem ganhar o mundo inteiro, se vem a perder a sua alma”. Este pensamento penetra-o.

2) Por todos os que se interrogam e meditam acerca de Jesus Cristo e do seu Evangelho: para que, no caminho da Fé, se deixem iluminar pelas Sagradas Escrituras. Oremos ao Senhor.

 

  IV

1) Na primavera de 1835, pela nave central da catedral de Vic, avançam os diáconos, entre eles António Maria Claret, vai ser ordenado sacerdote.

2) Por todos nós, para que saibamos oferecer ao Senhor o que é do seu agrado, colocando os nossos interesses em segundo plano. Oremos ao Senhor.

 

  V

1) No dia 16 de Julho de 1849, Claret acompanhado de mais cinco padres, após invocar o Espírito Santo e colocar-se sobre a protecção do Sagrado Coração de Maria, exclama “Meus caros amigos, damos hoje início a uma obra verdadeiramente grande”.

2) Por toda a Família Missionária, para que se consagre ao serviço do próximo, especialmente dos pobres e dos que sofrem no corpo ou no espírito, e, reconhecendo o rosto de Cristo em cada ser humano, não desanime perante as dificuldades ou a incompreensão alheia. Oremos ao Senhor.

  

Jesus, o Cristo, Tu estavas no sopro do vento e eu não Te escutei. Estavas na gota de chuva que rolava pela minha face e eu não Te senti. Estavas na beleza da borboleta e eu não Te vi. Faz-me, ó Cristo, merecedor de Te voltar a ouvir, voltar a sentir para poder admirar a Tua beleza.

 

  A PALAVRA TORNA-SE ACÇÃO

Nós caminhamos, Senhor,

guiados como peregrinos,

 

Com a confiança que a tuapresença

nos dá e a Tua força

superior aos perigos da estrada.

 

Quando caminhamos,Senhor,

sabemos que cumpres a Tuapromessa,

que uma réstea deEsperança

foi semeada no interior

de pessoas sem destino.

 

 

  Nós caminhamos, Senhor,

com as nossas mãos vazias,

esperando que se encham com a

Tua presença,

 

 

Vamos cheios de pobreza para

 ser enriquecidos por Ti.

 

  * Qual é o meu compromisso para como o meu próximo?

 

* Qual é o meu compromisso pessoal e comunitário a nível de oração durante este mês de Outubro?

 

Bênção e Cântico final