PJuvenil Multimédia Palavra de Deus Oração em Missão Antigos Alunos

» Favoritos

» Recomendar

» Imprimir

» Fale Connosco

Revista Além-mar Revista Audácia Jornal Família Comboniana Exposição Missionária Virtual Facebook RSS
Indique o seu e-mail:
Utilizador:
Password:
 

Actualidades

Voltar ao arquivo de Actualidades

Portugal: Papa em Fátima, peregrino na esperança e na paz

12 de Maio de 2017

O Papa Francisco chega esta sexta-feira, 12 de maio, às 16:20, em Portugal para a sua peregrinação a Fátima, em virtude da celebração dos 100 anos das aparições de Nossa Senhora.


Veja aqui o programa da visita.


O primeiro compromisso do peregrino da esperança e da paz em Fátima será a visita à Capelinha das Aparições, por volta das 18h45, após a sua chegada à Base Militar. Francisco irá se deter em oração na Capelinha e vai pronunciar, entre outras palavras, na sua oração: “Seremos, na alegria do Evangelho, a Igreja vestida de branco, da alvura branqueada no sangue do Cordeiro derramado ainda em todas as guerras que destroem o mundo em que vivemos”. O Papa irá recordar ainda o exemplo dos bem-aventurados Francisco e Jacinta, os pastorinhos que serão canonizados por ele no sábado, 13 de maio.


“Percorreremos, assim, todas as rotas, seremos peregrinos de todos os caminhos, derrubaremos todos os muros e venceremos todas as fronteiras, a sair em direção a todas as periferias, aí revelando a justiça e a paz de Deus”, diz a prece, que se conclui com a consagração do Papa a Virgem do Rosário de Fátima.


Em seguida Francisco irá depositar seu presente junto à imagem, uma Rosa de Ouro, dom específico dos Pontífices a Santuários marianos. Antes de se retirar para a Casa de Nossa Senhora das Dores, onde passará a noite, Francisco permanece ainda alguns minutos em oração silenciosa na Capelinha.


Francisco retornará depois às 21h30 para a bênção das velas e ele mesmo vai acender uma.  Em seguida, o Papa fará uma breve alocução para a introdução dos mistérios do terço, que prosseguirá conduzido pelo Cardeal Secretário de Estado, Dom Pietro Parolin.


Uma das primeiras imagens que o Santo Padre irá ver quando chegar à Cova da Iria será a “Suspensão”, um terço de 26 metros de altura, instalado no alto do Recinto de Oração do Santuário de Fátima.


Marco Daniel Duarte, diretor do Museu do Santuário de Fátima, afirmou que “o terço, é o símbolo maior da Mensagem da Cova da Iria, por três referências: primeiro, de acordo com o testemunho das crianças videntes, a Mãe de Deus trazia nas suas mãos um terço de contas brancas; em segundo a oração do rosário foi pedida pela Virgem Maria como oração quotidiana para alcançar a paz no mundo; e por último o terço é o objeto comum a todos os peregrinos de Fátima”.


A obra é da artista portuguesa Joana Vasconcelos e será iluminada hoje pela primeira vez.


Francisco vem como peregrino da esperança e da paz ao Santuário de Fátima, por ocasião do centenário das Aparições de Nossa Senhora na Cova da Iria acolhendo o convite do Presidente da República e dos Bispos portugueses. Um momento vivido pelos portugueses com grande alegria porque, neste centenário, através da presença do Santo Padre a Igreja portuguesa está unida à toda a igreja do mundo. Para o Bispo de Leiria-Fátima, Dom Antônio Marto, “sempre que o Papa peregrina como pastor universal é toda a igreja que peregrina com ele”.


O Papa Francisco hoje e amanhã se faz peregrino entre os peregrinos de Fátima e isso é um motivo de grande alegria para os portugueses.


Francisco é o quarto Papa a visitar Fátima depois de Paulo VI (1967), João Paulo II (1982, 1991 e 2000) e Bento XVI (2010).

Comentários

Mostrar comentários | Escrever um comentário